Como transformar ideias em ações – O Gerenciamento da Execução

Tendo definido os objetivos de inovação e planejado as ações para realizá-los, bem como asseguradas a sua aceitação e aprovação, só falta agora esperar para colher os benefícios de sua brilhante ideia. Certo? Infelizmente não, pois há um longo e trabalhoso caminho a percorrer. Se acredita que o sucesso já está garantido, você pode estar totalmente errado, vítima de excesso de confiança e falta de cuidado na fase mais crítica de todo processo de mudança, a execução. Continue lendo “Como transformar ideias em ações – O Gerenciamento da Execução”

Arquitetura Corporativa – Gestão de TI

A carência da compreensão do funcionamento da área de TI e do negocio proporciona a tomada de decisão personalizada, baseado no modelo mental do gestor ou do grupo de gestores. Esta situação pode ocasionar a utilização ineficaz e ineficiente dos recursos da organização e da unidade de TI.

O instrumento utilizado para comunicar o funcionamento de uma organização com foco estratégico, que busca unificar as diferentes percepções dos diversos atores, é denominado Enterprise Architecture (EA). Atualmente, no Brasil, a expressão Enterprise Architecture não possui uma tradução definida, na realidade existem algumas traduções, tais como arquitetura corporativa, arquitetura organizacional e arquitetura empresarial, dentre outras. Continue lendo “Arquitetura Corporativa – Gestão de TI”

8 regras para manter seu Gestor feliz

Quando sua equipe lhe pede o que quer, aqui está o que você diga a eles.

Se você é o chefe, você vai querer compartilhar esta coluna com sua equipe, porque ele vai fazer o seu trabalho um heck de muito mais fácil. E se por acaso você não é o chefe, memorizar esta coluna, pois contém a chave para o sucesso a longo prazo.

Aqui estão as regras para manter o chefe feliz:

1. Seja fiel à sua palavra.

Seu chefe quer confiar em você. Realmente. Portanto, sempre que você aceitar um trabalho, siga-o religiosamente, mesmo fanaticamente. Faça o que você diz que vai fazer. Nunca evita a cobertura de suas apostas com declarações vagas como “vou tentar” e “talvez”. Em vez disso, faça a sua palavra ter peso real.

2. Sem surpresas, nunca.

O medo secreto de cada chefe é que os funcionários estão estagnado, mas não estão dizendo nada sobre isso. Assim, mesmo se você tem medo más notícias pode perturbar o seu chefe, certifique-se que ele está informado. Nota: Se o seu chefe de forma consistente “fale com minha mão”, você pode ignorar esta regra, porque seu comportamento mostra que ele realmente não quer estar a par.

Continue lendo “8 regras para manter seu Gestor feliz”

Cobit 5

A ISACA lançou o COBIT 5 (13-04-2012), a única estrutura de negócios para a governança e gestão de TI empresarial. A nova versão do COBIT promove continuidade ininterrupta entre um departamento de TI e suas metas de negócios em geral, e representa uma evolução importante da estrutura globalmente aceita em todo o mundo há mais de quinze anos. A estrutura COBIT 5 está disponível através da ISACA— uma associação de mais de noventa e cinco mil profissionais de governança de TI — com download gratuito em www.isaca.org/cobit.

De acordo com uma recente pesquisa global de mais de três mil e setecentos profissionais de TI, são membros da ISACA, quase metade das empresas (44%) estão planejando aumentar seus investimentos em TI seletivamente nos próximos doze meses, com base na contribuição esperada para o valor dos negócios. A pesquisa mostrou que 74% das equipes executivas consideram a informação e a tecnologia muito importantes para a execução da estratégia e da visão da empresa. Continue lendo “Cobit 5”

What is ALM ?

(Definição Wikipedia)

É o casamento entre gerência de negócio com engenharia de software, que se tornou viável graças a ferramentas que facilitam e integram processos como análise de requisitos, modelagem de arquitetura, desenvolvimento de código, gerenciamento de mudanças, gerenciamento de testes e gerenciamento de versões de produtos realizados. Cada um destes processos faz parte de uma etapa de um ciclo de vida de um software.

Objetivos

  • Possibilitar maior controle ao projeto;
  • Previsibilidade no processo de desenvolvimento;
  • Garantir o acompanhamento das tarefas do projeto, disponibilizando um controle de versões mais eficiente;

Seu foco principal é a Coordenação de todas as atividades do ciclo de vida, incluindo requisitos, modelagem, desenvolvimento, construções, testes, manutenções e operações.

O que proporciona?

  • Qualidade e rapidez no desenvolvimento de software;
  • Facilidade de integração de novos membros a equipe;
  • Rastreabilidade de Requisitos;
  • Segurança da Informação;
  • Adequação da ferramenta ao processo de trabalho da organização;

Governança, desenvolvimento e operações

Utilizar uma ferramenta baseada na tecnologia ALM, proporciona controlar eventos que ocorrem no dia-a-dia de seu Departamento de TI.

  • Controle

Sob o código que esta sendo desenvolvido, integrações entre Cronogramas e listas de trabalho, checagens, correções, testes integrados e qualidade.

  • Colaboração

Geograficamente seu time pode estar em qualquer lugar, compartilhando e gerando informações pertinentes ao projeto.

  • Previsibilidade

Relatórios em tempo real, rastreabilidade, tomada rápida de decisões.

Benefícios

Benefícios

Os benefícios da utilização de uma ferramenta de ALM são inúmeros e podem ser encontrados alguns deles, nessa lista:

  • Ganhos de produtividade de até 50%;
  • Colaboração e comunicação com mais eficácia para participantes do projeto;
  • Aumento da previsibilidade para as atividades do projeto;
  • Suporte a automação de testes e testes de recorrência;
  • Garantia da qualidade ao longo de todas as fases do processo de desenvolvimento;
  • Processos definidos e seguidos de forma consistente;
  • Aumento da visibilidade do status e da qualidade do projeto utilizando dados para tomada de decisões conscientes em tempo real;

Membros de uma equipe de desenvolvimento de software

Os membros de sua equipe (as pessoas) são as principais responsáveis pela efetividade de uma ferramenta ALM. Cada uma dessas pessoas possuem metas e objetivos comuns ao projeto, no entanto, diferentes em sua essência profissional. O ALM possui recursos para todos esses papéis:

  • Analista de Negócios
  • Gerente de Projeto
  • Arquiteto
  • Desenvolvedor
  • Desenvolvedor de Banco de Dados
  • Testador
  • Gerente de Operação
  • DBA
  • Escritório de Projetos
  • Executivo
clip_image002

 

Gestão de Projetos – facilidade e integração

O ALM tem seu foco na produtividade dos recursos alocados, bem como auditar suas tarefas e ações durante o projeto. Essa gestão aliada ao processo de melhores práticas escolhido, seja ele qual for (CMMI, RUP, MSF, PMI, SCRUM, XP ou qualquer outro), possibilita gerar padrões de avaliação. Entre seus principais recursos e padrões, podemos citar:

  • Rastreabilidade e alocação de recursos;
  • Relatórios em tempo real;
  • Integração com Project, Excel e sistemas terceiros;
  • Lançamento de Horas Trabalhadas;
  • Dashboards;
  • Modelos para infraestrutura de TI, como, COBIT, MOF,ITIL e ISO 20.000;
  • MSF, SCRUM, RUP, PMI, KANBAN, XP e etc;
  • Suporte aos fornecedores;
  • Monitoração;
  • Governança;

Algumas “dores” detectadas em projetos de software

Constantemente, encontramos situações em empresas/projetos que nos indicam o insucesso na entrega logo de imediato. Alguns desses motivos são:

  • Escopos mal definidos;
  • Ferramentas com problemas de implantação ou mal customizadas;
  • Testes não alinhados com os objetivos do negócio;
  • Ausência de processo definido;
  • Falta de previsibilidade, prejudicando a tomada de decisões;
  • Falta de comunicação entre o time;

Alguns “remédios” que podem ajudar a melhorar seu projeto de software

  • Oferecer maior produtividade e controle das tarefas
  • Facilitar a tomada de decisões
  • Ajudar na condução correta do projeto de forma totalmente integrada
  • Atuar em qualidade em todas as fases do desenvolvimento
  • Ajudar a manter um processo de desenvolvimento sem gerar sobrecarga para atividades de controle e relatório
  • Apoiar a equipe com melhores práticas e documentação de orientação
  • Facilitar e gerencia o compartilhamento das informações
  • Melhorar a capacidade de gestão dos projetos

Fonte: http://www.almbrasil.com.br

Metodologia Ágil

 “Governança de TI é igual redbull, pode lhe dar asas”

Em 2001, um grupo de 17 profissionais se reuniu para discutir sobre como melhorar o desempenho em seus projetos. Cada um deles possuía suas próprias praticas e métodos de trabalho, mas concordaram que um conjunto de princípios sempre estava sendo respeitado em todos os projetos que deram certo.

Por fim desenvolveram o manifesto ágil. Este manifesto definia os valores e princípios a serem seguidos, para se obter maiores e melhores resultados. O foco maior do manifesto é o de desenvolver softwares tornando este processo  mais pessoal, mais colaborativo e mais fácil.

 Valores das metodologias ágeis:

Indivíduos e interação entre eles mais que processos e ferramentas

Software em funcionamento mais que documentação abrangente

Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos

Responder a mudanças mais que seguir um plano

Os doze princípios das metodologias ágeis:

  1. Nossa maior prioridade é satisfazer o cliente, através da entrega adiantada e contínua de software de valor.
  2. Aceitar mudanças de requisitos, mesmo no fim do desenvolvimento. Processos ágeis se adequam a mudanças, para que o cliente possa tirar vantagens competitivas.
  3. Entregar software funcionando com frequência, na escala de semanas até meses, com preferência aos períodos mais curtos.
  4. Pessoas relacionadas à negócios e desenvolvedores devem trabalhar em conjunto e diariamente, durante todo o curso do projeto.
  5. Construir projetos ao redor de indivíduos motivados. Dando a eles o ambiente e suporte necessário, e confiar que farão seu trabalho.
  6. O Método mais eficiente e eficaz de transmitir informações para, e por dentro de um time de desenvolvimento, é através de uma conversa cara a cara.
  7. Software funcional é a medida primária de progresso.
  8. Processos ágeis promovem um ambiente sustentável. Os patrocinadores, desenvolvedores e usuários, devem ser capazes de manter indefinidamente, passos constantes.
  9. Contínua atenção à excelência técnica e bom design, aumenta a agilidade.
  10. Simplicidade: a arte de maximizar a quantidade de trabalho que não precisou ser feito.
  11. As melhores arquiteturas, requisitos e designs emergem de times auto-organizáveis.
  12. Em intervalos regulares, o time reflete em como ficar mais efetivo, então, se ajustam e otimizam seu comportamento de acordo.

Para se utilizar dos benefícios fornecidos pelo manifesto ágil devemos adotar uma metodologia ágil, essa metodologia define algumas regras e formas de trabalho. Alguns exemplos de metodologias ágeis:

Cada metodologia tem sua maneira de trabalho, mas em geral são processos iterativos e incrementais. Sendo que ao final de cada iteração o cliente recebe uma versão utilizável do produto.

Hoje as metodologias mais conhecidas no mercado são a XP e a SCRUM. A XP (Extreme Programming), que possui um número de práticas um pouco maior e oferece práticas de certo modo radicais, ou vistas com certo receito, como é o caso do “pair programming”. Mas é uma metodologia que fornece excelentes benefícios quando aplicada corretamente. A SCRUM é outra metodologia ágil bastante utilizada atualmente, ela é um pouco mais simples e direta, não possui tantas praticas quanto a XP, mas fornece excelentes resultados para os projetos. A grande vantagem do Scrum é que através dele pode-se gerenciar vários tipo de projetos, mesmo que não seja de software.

Green IT – Modelo de Governança Verde

A necessidade de uma visão estruturada e holística nas decisões de negócios e tecnologias traz à forma a demanda corporativa por um modelo de governança focado na maturidade empresarial aderente a normas, regulamentações e leis nacionais e internacionais. O mundo precisa endereçar ao mesmo tempo as questões de:

  1. negócios via governança corporativa
  2. objetivos e metas da organização em termos de sustentabilidade ambiental e financeira
  3. redução do impacto ambiental e financeiro das atividades de suporte da governança corporativa

Neste ponto ficam evidentes as vantagens para o empreendimento da governança da nova TI verde em relação a governança da tradicional TI. A governança da antiga TI tem o papel e objetivo único de suportar a governança corporativa. A governança da nova TI verde, no entanto, tem dois papeis e objetivos adicionais além de suporte e governança corporativa. Ela também atua ativamente no desenvolvimento e manutenção das metas do negocio de sustentabilidade ambiental e financeira na minimização do impacto financeiro ambiental das suas atividades internas.

Neste momento especial em que a sociedade chama pelo aumento conscientização das pessoas e consumidores em relação ao uso inteligente dos cada vez mais escassos recursos naturais, a governança da nova TI verde chega para desempenhar tanto a sua função essencial como para dar um passo a mais e agregar valor ao empreendimento e comunidade. Medidas que salvam ao mesmo tempo a natureza a o bolso sintetizam as novas metas dos negócios sustentáveis.

As empresas inteligentes e conscientes buscam soluções sustentáveis de TIC para reduzir o consumo de energia e tratar adequadamente os resíduos tecnológicos e o seus derivados. Para que a sustentabilidade corporativa seja real ele precisa estar presente hoje, amanha e sempre, por isto é preciso trabalhar em ambiente CTP. A governança só existe quando o CPT esta presente, logo é preciso trabalhar corretamente com as métricas para que o resultado final seja satisfatório.

As melhores práticas, os corpos de conhecimento e os frameworks atualmente em uso pela governança da antiga TI como o Control Objetives for Information and related Technology (Cobit) e Information Technology Infrastructure Library (ITIL), presenciam ser revistas e observados com os olhos modernos da sustentabilidade.

Não estou falando em repensar os objetivos de controles e processos, pois eles claramente admitem interpretações sustentáveis, mais é preciso rever os principais modelos utilizados do mundo inteiro para que eles incorporem os critérios sustentáveis do bolso e natureza.

Algumas ações abaixo devem impulsionar as iniciativas verdes e aumento de sua responsabilidade social e empresarial. As medidas vão desde a redução do carbono no data center de Ti à ofertas de estações de recarga de veículos elétricos e reciclagem de resíduos.

  • Obtenção do status Energy Star, sua avaliação de desempenho energético ajuda os gestores a saberem o quão seus edifícios são eficientes se comparados a outros prédios de todo o país;
  • Economia de energia por meio da virtualização do data center de TI. Com 75% dos servidores virtualizados, a companhia economiza 12,5 milhões de kWh a cada ano no consumo de energia pelos servidores e para resfriamento, o equivalente ao plantio de 25.889 árvores, à retirada de 1.463 veículos das ruas ou à emissão de mais de 7,7 milhões de Kg de dióxido de carbono (CO2);
  • Foco na redução do dióxido de carbono (CO2), por meio do gerenciamento do fluxo de ar no data center da Vigilent Corporation, resultou em uma economia de 151.214 Kg de CO2 ao ano e na redução de 73% no consumo de energia (248.784 kWh ao ano) para o resfriamento do Data Center da empresa;
  • Redução do consumo de energia com o reposicionamento das luzes, que diminuiu o consumo de energia da Informática Corporation em 25.800 kWh por ano, ou uma redução estimada da emissão de CO2 de 15.681 Kg a cada ano;
  • Lançamento do serviço Zimride de deslocamento compartilhado (car pooling) para melhorar a qualidade do ar e limitar as emissões de gás estufa. O deslocamento compartilhado pode também reduzir os custos de transporte dos funcionários em uma média de US$ 320 ao mês, se os automóveis forem compartilhados todos os dias;
  • A instalação de estações de recarga de veículos elétricos na sede da Informática Corporation, o que deverá reduzir as emissões de CO2 em 12.250 Kg ao ano e economizar 1.812 galões de gasolina por ano;
  • Medidas de gerenciamento de resíduos, reciclagem e compostagem, resultando na reciclagem ou compostagem de 73% do total dos resíduos gerados pelos edifícios da sede da companhia.

Leia mais de TI Verde …

Como ter tempo para a educação continuada e o desenvolvimento da carreira

No início de sua carreira em TI, Gerry Halmagyi teve a sorte de ter um gerente que realmente se preocupava com ele a ponto de dar conselhos sobre a importância da educação continuada.

“Nunca pense que qualquer empresa vá se preocupar com o desenvolvimento da sua carreira em geral”, Halmagyi lembra do gerente ter dito. “Você é o responsável pela sua carreira. Você deve manter-se permanentemente atualizado.”

Halmagyi, um veterano de 20 anos da indústria de TI, diz que aceitou o conselho de coração, e por anos perseguiu certificações e desenvolvimento profissional financiados por conta própria e em seu tempo livre. Eventualmente, enquanto estava trabalhando como diretor de na ConocoPhillips, a rotina diária chegou a impedir que dedicasse mais tempo às suas atividades de educação continuada.

Em 2007, preocupado com uma possível demissão da ConocoPhillips, Halmagyi fez um balanço de sua carreira. Perguntou a si mesmo quais seriam as competências que ele deveria ter e qual o valor que ele teria para o seu próximo empregador, caso perdesse o emprego e precisasse se candidatar a outro.

“Percebi que estava em risco se a demissão ocorresse”, diz Halmagyi. “Tinha me tornado complacente com a minha carreira e o meu desenvolvimento pessoal. Me permiti ser aprisionado na inércia do dia-a-dia de trabalho. Parei de pensar sobre a direção que gostaria de dar à minha carreira e como chegaria lá. Decidi que precisava assumir a responsabilidade e ser mais ativo a respeito da minha própria carreira.”

Equilibrar vida pessoal e o de desenvolvimento da carreira

Ter empregos de tempo integral, combinados muitas vezes com responsabilidades familiares, evita que muitos profissionais de TI possam investir na educação continuada e em programas de desenvolvimento profissional que precisariam para continuarem a ser relevantes para a indústria de TI e um mercado de trabalho altamente competitivo. Profissionais de TI que não encontram tempo para ter aulas, estudar por conta própria, investir em certificações ou perseguir uma graduação mais avançada correm o risco de se tornarem obsoletos.

“Se você quiser avançar em sua carreira e se dar bem profissionalmente, a educação é um requisito importante”, diz John Hally, engenheiro sênior de rede e de segurança da EBSCO Publishing, provedora de bancos de dados de pesquisas e de ebooks para bibliotecas, instituições médicas e de governo. Hally vem tendo aulas sobre segurança da informação há 12 anos. Atualmente cursa o mestrado em engenharia de segurança do SANS Technology Institute, instituição sem fins lucrativos de ensino que oferece cursos avançados de gestão da segurança e de engenharia.

“É um investimento importante”, acrescenta Hally, que trabalhou para a EBSCO por 19 anos. “Prefiro investir em mim do que em um fundo mútuo, especialmente diante do comportamento da economia nos últimos seis anos.”

A educação continuada é um componente muito importante nos planos de carreira dos profissionais de TI porque os expõe a novas idéias, novas tecnologias, novos processos e metodologias. E oa ajuda a se destacarem diante do recrutadores e futuros empregadores.

“Quando um gerente ou um recrutador está avaliando o seu currículo e vê que você já deu aulas, ganhou certificações e perseguiu graduações avançadas, vê também que você tem deidicado tempo para desenvolver o seu conhecimento e a sua carreira”, diz Bonnie Diehl, diretor do SANS Technology Institute. “Isso mostra vontade de aprender e melhorar, e é algo realmente positivo.”

Halmagyi, Hally e o consultor de gerenciamento de projetos Andy Maxymillian oferecem sete dicas para ajudá-lo a abrir espaço na sua agenda, já super agitada, para a educação continuada.

1. Comece pequeno

Pensar que precisarão dedicar várias horas por semana ao estudo auto-dirigido ou às aulas de um programa de certificação ou de um curso de pós-graduação impede que alguns profissionais de TI comecem a investir na sua educação

“Não se preocupe em ter tempo suficiente”, diz Andy Maxymillian, co-fundador da Blue Wing Services, uma empresa de gestão de projetos e consultoria especializada em serviços de comunicações para segurança pública. “Reserve um pouco de tempo, mesmo que sejam apenas alguns minutos por dia.”

Dedicar apenas 10 minutos por dia para ler um livro pode dar o impulso necessário para continuar e, eventualmente, realizar mais. Atingir seu objetivo de obter uma certificação ou concluir uma aula on-line pode demorar um pouco mais, mas se você for disciplinado acabará por chegar lá.

2. Estabeleça uma meta. Estabeleça um plano de ação.

Quando Halmagyi decidiu que queria ter certificação PMP, estabeleceu uma meta para o exame: dois meses depois daquela data. Em seguida, estabeleceu um plano de estudo para se preparar: iria estudar de duas a três horas uma noite por semana e outras três a quatro horas no fim de semana. “Ao longo do caminho, se um contratempo impedisse o plano de estudo ou se, ao fim, ainda não estivesse confiante o suficiente, bastaria esticar um pouco a data do exame.”

3. Corte algumas folgas, não todas

Não pense que você terá que estudar todos os dias ou até mesmo todas as semanas. Se precisar ter alguns dias ou algumas semanas de folga, não desista, diz Maxymillian.

“Em alguns momentos você simplesmente não terá tempo ou energia para pegar o livro”, diz ele. “Se você perder uma semana, se você perder alguns dias, tudo bem. Foi o que me permitiu seguir adiante quando eu ficava desanimado por não ter tocado no PMBOK durante a semana. É a vida. Basta pegar onde você parou e continuar.”

4. Prossiga em seu próprio ritmo

Maxymillian começou a preparação para o exame PMP em 2001. Só fez a prova para ganhar a certificação em 2004, porque teve muitas atribuições nos três anos seguintes: era recém-casado, estava dando consultoria em um grande projeto que o obrigou a trabalhar 60 horas por semana, ele e sua esposa estavam construindo sua própria casa e, ainda por cima, tiveram um bebê.

Se você está buscando uma certificação ou tentando obter graduação avançada, o ponto é: você não tem que fazê-lo em seis meses ou até um ano. Vá no seu próprio ritmo.

5. Aproveite o tempo de viagem

Halmagyi, que recentemente perdeu seu emprego na ConocoPhillips, quando a empresa decidiu fechar a refinaria onde trabalhava, conta que costumava viajar muito. Usou todo o tempo que passou em aviões e nos aeroportos para ler e se preparar para os exames de certificação, tais como o Project Management Institute’s Project Management Professional (PMP) e a certificação ISACA.

Maxymillian ainda ouviu CDs com aulas de gestão com base no PMBOK em seu carro durante os 80 minutos que levava para se deslocar de casa para o trabalho, três dias por semana, e à noite, lia sobre o que ouviu durante o dia.

6. Transforme o seu desenvolvimento profissional em algo divertido

O desenvolvimento profissional não se limita apenas às aulas e às conquistas de credenciais. Profissionais de TI podem aumentar a sua compreensão do negócio e de tendências e conceitos tecnológicos participando de conferências e eventos. Halmagyi considera sua participação em diversas organizações profissionais, como a Society for Information Management parte do seu desenvolvimento profissional e do investimento em sua educação continuada. As conferências, almoços e reuniões promovidos por essas organizações de desenvolvimento profissional permitem a Halmagyi se conectar e aprender com seus pares.

7. Obtenha o apoio de seus chefes

Hally diz que seu empregador e seu chefe imediato têm apoiado seus objetivos educacionais. Seu empregador oferece reembolso de matrícula, diz ele, e seu chefe escreveu uma carta de recomendação quando ele se matriculou em um programa de mestrado. Hally diz que o apoio da EBSCO tem sido a chave para sua educação continuada.

A EBSCO, por sua vez, tem apoiado Hally porque tem se beneficiado em várias ocasiões do conhecimento adquirido pelo funcionário em seus estudos.

Fonte: http://www.g4f.com.br

4 boas práticas para atrair e reter talentos de TI

Melhorar o salário, oferecer mais flexibilidades e prêmios atraentes são as principais formulas para manter nos quadros de TI talentos certos para atender às necessidades dos negócios da companhia. Porém, no Brasil, onde há escassez de mão de obra qualificada, e em outros mercados como Estados Unidos e países da Europa afetados pela desaceleração da economia, atrair e reter os bons profissionais se tornou um desafio para as empresas do setor.

Geralmente a contratação de novos profissionais parece simples. As companhias precisam oferecer propostas mais atraentes doque eles tinham no antigo emprego. Mas o assunto se torna mais complicado quando se fala de reter os que já fazem parte do time da empresa. Os bons mesmo são assediados constatemente pela concorrência e o seu talento precisa ser blindado.

No Brasil, essa situação vem ocorrendo com mais frequência por conta da aceleração da economia e pelo fato de a demanda por profissionais ser maior que a oferta no mercado. Um estudo recente sobre o mercado de trabalho no setor realizado pela Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) estima que o País fechou 2011 com déficit de 92 mil especialistas de TI.

Como o mercado de TI no Brasil vem crescendo mais que 10% ao ano, taxa que é dobro do índice mundial, o levantamento da Brasscom prevê que até 2014 o País precisará capacitar mais 78 mil novos talentos, o que pode aumentar mais ainda o déficit de mão de obra no setor.

A mesma pesquisa aponta ainda que as universidades brasileiras não conseguirão atender nem a metade dessa demanda. Com base no número de estudantes matriculados nos cursos do setor, a entidade prevê que apenas 33 mil jovens se formarão nos próximos três anos, o que demonstra que a iniciativa privada e pública têm um papel fundamental no processo de desenvolvimento dos talentos de TI.

Como a procura por profissionais bons se tornou uma operação de guerra para as companhias do setor, convencer aos atuais colaboradores de que eles pertencem à empresa que trabalha é essencial para retê-los e mantê-los satisfeitos.

A Computerworld dos Estados Unidos elaborou juntamente com especialistas internacionais algumas recomendações que os diretores de recursos humanos devem levar em conta para manter em seus quadros os bons talentos.

1- Salário compatível 

Pagar salário compatível com a função exercida pelo profissional e valorizá-lo é algo essencial para aumentar o seu nível de satisfação. É óbvio que seu empregado ficará tentado a mudar de emprego ao receber proposta mais atraentes. As empresas estão competindo pelos bons talentos e criando uma bolha para acabar a insatisfação deles, oferecendo salários às vezes até exorbitante. No Brasil, por exemplo, estudos de consultorias apontam que os salários inflacionaram em 2011 e alguns especialistas alcançaram  taxas de aumento de até 20%, segundo a empresa Robert Half.

Porém, os especialistas advertem que, embora a maioria dos empregados coloque o salário no topo da sua escala de prioridades, muitos somam os redimentos com ganhos de outros benefícios, tais como possibilidade de trabalhar em casa e jornada mais flexível para terem mais qualidade de vida. Alguns estão buscando o equilíbrio entre vida pessoal e profissional para terem mais tempo para a família, lazer e estudos que aprimorem sua carreira.

2- Flexibilidade e recompensas

Como já mencionado, o salário não é atualmente o único fator para retenção de talentos. Estudos da empresa PeopleBank do Reino Unido, especializada em recutamento de pessoal, iconstata que esse item está entre a quinto e oitava preocupação dos trabalhadores. Ou seja, as empresas devem adotar planos consistentes para gratificar seus empregados.

Oferecer coisas simples, como acesso aos recursos da infraestrutura para que os colaboradores possam realizar suas tarefas sem esforço ou trabalho em equipe são essenciais para tornar a empresa atraente aos olhos de um talento de TIC.

A possibilidade de trabalhar em casa está ganhando uma importância maior para os trabalhadores do setor, obrigando as companhias a analisarem essa tendência de acordo com as regulamentações. Recentemente, o Brasil aprovou uma lei quegarante aos profissonais remotos os mesmos direitos dos que trabalham nas empresas. 

3- Uso de Mídias Sociais

Nos últimos anos, mídias sociais como LinkedIn, Facebook e Twitter se tornaram ferramentas importantes para atrair e reter os talentos mais valiosos da organização. Este tipo de rede permite também que a empresa saiba se a cultura organizacional é a mesma da dos seus empregados, bem como detalhes da sua personalidade e habilidades potenciais.

Além disso, o uso de redes sociais no processo e recrutamento de pessoal mostra o interesse da empresa em inovação e também o quanto ela está disposta a analisar o inconformismo de seus empregados.

4 – Formação e desenvolvimento profissional

Os funcionários estão cada vez mais exigentes. Eles esperam que a empresa tenha um programa de educação continuada que permita melhorar suas habilidades e manter-se atualizados sobre as últimas tendências, já que no mundo de TI as tecnologias mudam muito rapidamente.

Uma forma de reter talento é oferecer oportunidade para que seus colaboradores não fiquem obsoletos, incentivando o seu desenvolvimento profissional. É importante apoiá-los no aprimoramento de sua carreira. Esse caminho, segundo os especialistas, ajuda a resolver qualquer dissonância que pode evitar males maiores que afetam a condução dos negócios da empresa.

 

O momento tão esperado do dia!!!

‘’ Dedico este momento á todos os profissionais de tecnologia, que fazem extremas jornadas de trabalho e quase não possuem vida social. ‘’A hora do cafezinho’’, momento em que tiramos uma pausa de trabalho para tomar um café dentro da empresa, ou ainda, para colocarmos assuntos tecnológicos em dia ou para atendermos um cliente. ’’

Divulguem este momento, vamos lutar por condições melhores de trabalho, segue exigências abaixo.

  • Café no mínimo 6x por dia fresquinho