Computação em Nuvem possibilita inovações em modelos de negócio e criará novos empregos

Um estudo da IBM apresenta seis propulsores da computação em nuvem para modelos de negócio inovadores, enquanto que um artigo do IDC estima que a computação em nuvem criará em 2015 catorze milhões de empregos ao redor do mundo.

A IBM conduziu um estudo avaliando como as empresas utilizam hoje a computação em nuvem e quais são os planos para o futuro com vista no impacto que este conjunto de tecnologias pode gerar no atual modelo de negócios. A pesquisa envolveu 572 empresas e executivos de TI em todo o mundo e resultou em um artigo com o título O poder da nuvem. Conduzindo a inovação no modelo de negócios (PDF).

O estudo da IBM não pode ser generalizado como uma visão de todo o mercado de TI, contudo oferece uma visão sobre a aplicação de computação em nuvem em grandes corporações. 13% dos entrevistados afirmaram que já implementaram soluções de computação em nuvem. Outros 21% afirmam estarem em processo de adoção e 38% dos avaliados aplicam esta tecnologia em projetos piloto. No total, 72% das corporações entrevistadas aplicam tecnologias de computação em nuvem. Esta adoção está em expansão e nos próximos 3 anos espera-se que 90% das empresas adotem soluções de computação em nuvem. O gráfico abaixo esboça esta tendência:

Embora uma grande percentagem dos entrevistados considerem a computação em nuvem uma tecnologia que mudará o cenário de TI, o estudo conclui que “o potencial para inovação no modelo de negócios ainda é praticamente inexplorado”. O estudo destaca seis características da nuvem que podem inovar o modelo de negócio:

  1. Flexibilidade nos custos: A nuvem muda o paradigma atual de custos fixos para um modelo de custos variáveis (pague somente pelo uso);
  2. Escalabilidade de negócios – Provê computação escalável a um bom custo benefício à medida em que a demanda aumenta;
  3. Adaptabilidade a tendências do mercado – Possibilita lançar produtos mais rapidamente e facilita experimentações;
  4. Redução da complexidade – Possibilita uma expansão da sofisticação dos produtos oferecidos e possibilita mais simplicidade ao usuário final;
  5. Variabilidade orientada ao contexto – Possibilita uma experiência personalizada aos usuários, aumentando a relevância do produto;
  6. Conectividade ao ecossistema – Promove novas redes de valor e potencializa novos negócios.

Outro estudo realizado pelo IDC (PDF) tenta medir o impacto da adoção da computação em nuvem na geração de empregos. Este estudo utiliza uma definição ampla de computação em nuvem, incluindo serviços de storage, virtualização de infraestrutura, automação de configuração e escalabilidade. O IDC prevê que a computação em nuvem criará nos próximos quatro anos 14 milhões de empregos em todo mundo:

Quase metade destes empregos serão criados na China e na Índia, seguidos pela Asia, Europa, África e América do Norte:

Embora o futuro possa não ser tão promissor quanto o projetado pelo artigo, as estatísticas sugerem que a computação em nuvem será bastante comum em um futuro próximo e muitas iniciativas de negócio farão uso dos benefícios da nuvem em seus produtos e serviços.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s