Por que a Governança de TI é importante?

Por que a Governança de TI é importante?

Uma Governança de TI eficaz requer uma quantidade significativa  de tempo e de atenção da administração. Ela vale a pena?? A dependência crescente das empresas em relação á informação e á TI sugere que sim. Uma boa Governança de TI harmoniza decisões sobre a administração e a utilização da TI com comportamentos desejáveis e objetivos do negocio. Sem estruturas de governança cuidadosamente projetadas e implementadas, as empresas deixam essa harmonia ao aceso. Há muitas razoes para que a tomada de decisões sobre TI não seja deixada ao léu e, então, requeira uma boa governança. Abaixo irei citar algumas razões.

Uma boa Governança de TI compensa.

Entre as empresas com fins lucrativos que obtive com exemplo, as que seguiam uma estratégia especifica (por exemplo, a intimidade com cliente ou a excelência operacional) e apresentavam um desempenho acima da média na Governança de TI tinham lucros superiores, conforme mensurados pelo retorno sobre ativos (ROA) ajustando à indústria durante três anos. As diferenças variavam de acordo com a estratégia da empresa, mas aquelas com desempenho de governança acima da média tinham ROAs mais de 20% superiores aos de empresa com governança inferior e que seguiam estratégias. A governança evidentemente não era o único fator, mas uma boa governança decorre usualmente de boas práticas administrativas em todas as áreas.

A TI é cara

Os investimentos empresariais médios em Tecnologia da Informação excedem hoje 4,2% da receita anual e continuam subindo. Esse investimento faz com que a TI absorva mais de 50% do total anual de investimento de capital em muitas empresas. Como a Tecnologia da Informação vem ganhando importância e tornando-se pervasiva, as equipes de alta gerencia são desafiadas cada vez mais a controla-la e a gerir para garantir que ela gere valor. Para lidar com esse problema, muitas empresas vêm criando ou refinando estruturas de Governança de TI para melhor direcionar seus gastos com Tecnologia da Informação como prioridade estratégica.

A TI é pervasiva

Em muitas empresas, a administração centralizada da Tecnologia da Informação já não é possível nem desejável. Houve um tempo em que as solicitações de gastos em TI só provinham do grupo de TI. Hoje os gastos em Tecnologia da Informação originam-se de todas as áreas da empresa. Algumas estimativas sugerem que somente 20% desses gastos aparecem no orçamento de TI. O restante figura nos orçamentos de processos comerciais, de desenvolvimento de produtos e em quaisquer outros orçamentos. Em varias empresas analisadas como caso, descobrimos que  gastos substancias com TI escondidos até mesmo nos orçamentos de mobília. Também já se foram os dias que o grupo de TI era o único em que trabalhavam entendidos na área. Não há hoje um único gerente de comercio exterior que não se envolva pessoalmente na tomada de decisões sobre a plataforma tecnológica para as operações de seu departamento. Afinal de contas, quando 100% de seu fluxo de caixa ocorre online, muita coisa é colocada em jogo. Compreender pessoalmente a plataforma é uma questão de sensatez. Arranjos bem concentrados de governança de TI confiam a tomada de decisões sobre TI às pessoas responsáveis pelos resultados.

O valor da TI depende mais do que apenas boa tecnologia.

Nos últimos anos tivemos fiascos espetaculares em grandes investimentos em TI, grandes iniciativas de sistemas integradas de gestão empresarial (ERPs) que jamais chegaram ao fim, iniciativas de comercio eletrônico mal concebidas ou mal executadas e experimentos com pesquisa de dados que renderam muitos dados, mas pouco resultado de valor. Algumas estimativas situam o índice de fracasso dos projetos de TI acima de 70%. Embora alguns desses malogros resultem de falhas técnicas, a maioria representada a incapacidade das organizações de adotar novos processos que apliquem com eficácia novas tecnologias.

A medida que implementações de TI habilitam maior padronização e integração dos processos de negocio, os papeis de tecnólogos e lideres de negocio entrelaçam-se progressivamente. A tomada de decisões de TI converte-se necessariamente numa tomada de decisões conjunta. Quando altos gerentes relegam a executivos de TI a responsabilidade pelo sucesso da Tecnologia da Informação, desastres frequentemente acontecem como resultado. As empresas de sucesso não somente tomam decisões mais acertadas de TI, como também tem melhores processos decisórios nessa área. Em especial, tais empresas envolvem as pessoas certas no processo. Ter pessoas adequadas envolvidas na tomada de decisões de TI proporciona maior numero de aplicações estratégicas e maior índice de adesão. O maior envolvimento das pessoas traz como resultado melhores implementações.

A alta gerencia em uma capacidade de atendimento limitada

A alta gerencia não tem a capacidade de atender todas as requisições de investimento em Tecnologia da Informação que ocorrem numa grande empresa, quanto mais para envolver-se nas muitas outras decisões relativas à TI. Se os altos executivas tentaram tomar decisões demais, tornar-se-ão um gargalo. Entretanto, decisões tomadas em quaisquer áreas da empresa devem ser consistentes com a direção que a alta gerencia escolheu para a organização. Uma Governança de TI cuidadosamente planejada proporciona um processo de decisório claro e transparente, que resulta num comportamento consistente com visão da alta gerencia e ao mesmo tempo estimula a criatividade gera.

A Governança de Ti é fundamental para o aprendizado organizacional sobre o valor da Tecnologia da Informação

“Os investimentos em TI são como a publicidade. Sei que metade deles é bem gastos. Só que não sei qual metade”

As empresas vêm labutando para compreender o valor de iniciativas ligadas à Tecnologia da Informação, já que esse valor nem sempre pode ser prontamente demonstrado por uma analise tradicional de fluxo de caixa descontado. O valor decorre não somente de melhorias incrementais nos processos, mas também da capacidade de responder a pressões competitivas. Como demonstra o exemplo dos agregados, pode ser difícil determinar de antemão o valor de uma nova capacitação ou de novas informações. Os clientes do Citibank ou o Banco Itaú valorizam a conveniência de ter todas as suas informações financeiras num único lugar. Será que estariam dispostos a pagar separadamente por esse serviço? Não esta claro. Mas a agregação tornou-se um pré-requisito para fazer negócios como uma companhia completa de serviços financeiros. O Citibank e o Banco Itaú podem mais provavelmente associar valor à informação depois de ela ser disponibilizar e de eles aprenderem mais sobre seus clientes e sobre como podem usar tal informação de maneira ética. Uma governança eficaz cria mecanismos para que as empresas consigam debater o valor potencial e formalizar seu aprendizado.

A governança também facilita o aprendizado formalizando processos de exceção. As empresas muitas vezes aprendem por meio das exceções, quando uma abordagem diversa da pratica padrão é usada por boas razões. Uma governança eficaz deixa explicito o aprendizado pelas exceções e difunde por toda a empresa quaisquer novas praticas sempre que apropriado. Empresas de nosso estudo declaram 50% dos novos sistemas envolviam exceções a suas politicas normais de arquitetura ou investimentos. Mais da metade das exceções ocorreram pelo processo formal de exceções, o que permitiu às empresas aprender e atualizar suas politicas. As demais exceções, contudo, ocorriam quando renegadas tomavam decisões independentemente para atender a necessidade locais, impedindo na pratica o aprendizado sistemático da empresa. Essas decisões renegadas resultavam de arranjos de governança mal projetados e mal comunicados, em desalinho com os incentivos da administração.

Alguns tópicos relacionados, abaixo.

Duvidas ou sugestões postem aqui, á equipe Planning IT terá o prazer em discutir o assunto.

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s